sábado, junho 07, 2014

Há 15 anos morria António Livramento, a maior lenda do hóquei português!

Cumpre-se hoje o 15º aniversário do falecimento daquele que é considerado por muitos o melhor hoquista de sempre. Nascido em São Manços, localidade de Évora, desde cedo demonstrou muitas aptidões para o futebol mas foi graças a Torcato Ferreira, técnico do mítico «Fófó», que experimentou a modalidade onde viria a singrar. Não foi tarefa fácil... só após muita insistência, Torcato Ferreira convenceu Livramento a passar o futebol para segundo plano. Em 1959, o SL Benfica reconhece qualidade em Livramento e contrata o jovem quando este somava apenas 16 anos.
Daqui em diante, a carreira de Livramento teve uma fortíssima ascensão, pois é de imediato convocado por António Raio para a seleção de juniores, estreando-se no Campeonato da Europa contra a Bélgica (5-1), jogo em que marcou 3 golos. Acabou por arrecadar os dois prémios individuais que elegem o melhor jogador e melhor marcador do torneio.

Com os mesmos 16 anos, sobe à equipa principal do Benfica, onde ganhou dois campeonatos consecutivos. Em 1962, no Mundial realizado em Santiago do Chile, ele e Fernando Adrião, outra referência do hóquei com quem fez uma dupla imparável, ajudam Portugal a chegar ao título. Nesse mesmo mundial viria a protagonizar um dos momentos mais emocionantes da modalidade: no jogo contra a Argentina, controlava a bola atrás da baliza portuguesa, onde decidiu arrancar uma jogada de levantar o pavilhão. Consegue ultrapassar todos os seus adversários em jogo e fazer o golo, pedindo para sair de cena após esse golo, emocionado com a reação do público presente nas bancadas.
No ano seguinte, em 1963 e ainda em 1965 voltaria a conquistar o Europeu ao serviço da equipa das Quinas, marcando 7 dos 17 golos com que Portugal cilindrou a Bélgica. O melhor jogador do mundo era ele e já ninguém duvidava disso!

Em 1970 decide rumar para o Hockey de Monza, clube italiano. A época viria a ser um fracasso, ficando de parte dos planos da Seleção Nacional que ganhou o Europeu de 1971. Este fracasso motivou-o a regressar à equipa da Luz, em que ajudou o Benfica a ganhar mais dois campeonatos.
Em 1974 abandonou o Benfica e rumou ao Banco Pinto & Sotto Mayor, onde era funcionário (já que nesta altura o desporto era amador) e onde ajudou a equipa de hóquei a conquistar a 2ª divisão.

Volvidos dois anos e, em 1976, é apresentado como atleta do Sporting. Venceu tudo o que havia para ganhar, incluindo o troféu que faltava às vitrinas dos clubes portuguesas: a Taça dos Campeões Europeus. Fez parte dos titulares da super equipa leonina que eram também os titulares da seleção nacional: Livramento, Ramalhete, Rendeiro, Sobrinho e Chana.

Em 1978 voltou a tentar uma aventura em terras transalpinas, mudando-se para o Amatori Lodi, regressando no ano seguinte ao Sporting onde viria a acabar a carreira em 1980. Nestes dois anos não acumulou qualquer troféu!
Antes disso, em 1977, conquistou o seu 7º Campeonato da Europa e anunciou a retirada da Seleção Nacional, em que realizou 209 jogos e apontou 425 golos e onde conquistou 3 Campeonatos do Mundo e os já referidos 7 Campeonatos do Mundo.

Terminada a carreira como jogador, decide abraçar a carreira de treinador, onde conquistou uma Taça das Taças, uma Taça CERS, dois Campeonatos e uma Taça de Portugal ao serviço do Sporting e ainda um Campeonato e uma Taça de Portugal ao serviço do FC Porto. Também orientou a Seleção Nacional, onde conquistou três Europeus e dois Campeonatos do Mundo.

Viria a falecer a 7 de Junho de 1999, com apenas 55 anos e vítima de uma trombose, deixando o país emocionado e em estado de choque. Na imprensa francesa foi anunciada a sua morte com a frase «acaba de falecer o Pelé do hóquei em patins». Sobre esta frase, o Prof. Moniz Pereira questionou se não seria Pelé o Livramento do futebol!
Como homenagem a este ícone foi atribuído o nome de "Supertaça António Livramento" à Supertaça de hóquei em patins.


Aqui fica uma pequena homenagem a António Livramento, em formato de vídeo:

"Quiz" do Hóquei em Patins, você sabe tudo? Confirme...